Paul Pogba e Gonzalo Higuaín movimentam mercado da bola

Francês se torna jogador mais valioso do futebol mundial; argentino vêm em quarto lugar

André Gomes e Jefferson Santos 
2º período de Jornalismo

 

Fotos arquivo pessoal

lince-2016_2_28 lince-2016_2_29

A transferência do jogador Paul Labile Pogba, que retornou ao Manchester United pelo valor  de 120 milhões de euros (R$ 430 milhões), mostra como o futebol tem se tornado um negócio, a julgar pelas últimas janelas de transferências. O amor á camisa e a tradição dos clubes parecem já não valer mais nada, apenas o valor das cifras parece importar.  Percebe-se que os jogadores têm abandonado grandes clubes europeus e brasileiros para se tornarem milionários ao se transferirem  para clubes chineses quase desconhecidos. É o caso do brasileiro Hulk, vendido pelo Zenit por 60 milhões de euros, com  um salário de R$ 5,5 milhões mensais.

O sistema de transferência da FIFA aponta que desde 2011, o valor total de transferência internacional de jogadores cresceu 44,2%. Em 2015,  o valor total  foi de US$ 4,8 bilhões em 13.558 transferências de jogadores. Ainda segundo a FIFA,  uma das maiores transferências brasileiras foi o ex-jogador do Vasco da Gama, Alex Teixeira, vendido em um negócio cuja cifra chegou a  50 milhões de euros (R$218 milhões), o  que gerou um lucro inesperado pelo Clube cruz- maltino de R$ 7,6 milhões.

Wagner Ribeiro, empresário de Neymar, diz que o jogador ficou muito perto de acertar com o Paris Saint Germain. A oferta do clube francês foi de pagar a multa rescisória de 190 milhões de euros (R$697,5 milhões). O salário do jogador seria  um montante de 40 milhões de euros por ano. Neymar também teria direito á uma porcentagem de uma rede de hotéis que seria criada com seu nome e mais um jatinho de luxo, tudo para seduzir o jogador a se transferir da Espanha para a França.

Segundo Igor Guedes, jornalista esportivo, o mercado futebolístico tem sofrido uma grande transformação.  Ainda de acordo com o jornalista, o mercado está muito inflacionado, pagando verdadeiras fortunas para jogadores medianos, Igor Guedes usa como exemplo o jogador David Luiz, que se envolveu na troca de última hora entre os clubes Paris Saint Germain e Chelsea. “Não há nada de excepcional no David Luiz, que voltou para o Chelsea por   38,5 milhões de euros (R$ 138,6 milhões na cotação atual).