Campanhas deixam Natal mais solidário em BH

Ações sociais movimentam instituições mineiras que iniciam processo de doações para famílias carentes

Letícia Horsth e Matheus de Morais
1º período de Jornalismo

 

Em estudo realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) foi constado que no Brasil existem  290,7 mil fundações privadas e associações sem fins lucrativos. Apesar de serem muitas, elas enfrentam grandes  dificuldades  financeiras, haja vista a necessidade de criarem eventos e campanhas para mobilizar grupos interessados em colaborar com doações. A Legião da Boa Vontade e o Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus são exemplos de casas filantrópicas em Belo Horizonte. Elas trabalham com campanhas ao longo do ano e também específicas para o período do Natal.

É nessa época que começa a maior corrida solidária em prol das famílias mais necessitadas de Belo Horizonte. A LBV e o Caminhos para Jesus têm o objetivo de tentar mudar o panorama diário vivido por essas pessoas. O fator motivacional dos belo-horizontinos em ajudar o semelhante é notório, como afirmam as pessoas responsáveis diretas por essas campanhas.

Fotos Letícia Horsth

lince-2016_2_1 

Legião da Boa Vontade em Belo Horizonte

Elayni de Cassia é gestora social da Legião da Boa Vontade, segundo ela,  neste ano, o centro comunitário de Belo Horizonte realiza a campanha “Natal Permanente da LBV”, na qual irá distribuir cestas básicas para famílias necessitadas. A entrega das cestas é feita em dois eventos. O primeiro para a unidade com 320 usuários, sendo eles 120 idosos e 200 crianças. O número total é de 300 cestas. No segundo evento ocorrerá à entrega de 200 cestas para usuários cadastrados.

Foto Matheus de Morais

 lince-2016_2_2

Magilda de Carvalho

Segundo Magilda de Carvalho Santos, coordenadora de captação de recursos do Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus,  há 14 anos, a instituição conta com o total de 94% de suas doações vindas de pessoas físicas, e  os outros 6% são de responsabilidade governamental. Magilda conta, também, que o Caminhos Para Jesus possui uma campanha solidária de Natal diferente do convencional. Eles promovem entregas de cartões natalinos para seus doadores, como forma de agradecimento pela contribuição durante todo o ano, reativando o desejo das pessoas em colaborarem.