NÚMERO 33

DIR 33 07 O SERMÃO DO MONTE E A FILOSOFIA DA PRÁXIS DE GRAMSCI: PARA ALÉM DAS INCOMPATIBILIDADES A PRIORI

ELDA COELHO DE AZEVEDO BUSINGUER | HELENO FLORINDO DA SILVA

 

RESUMO: A presente pesquisa busca compreender uma possível aproximação entre a racionalidade marxista e a racionalidade cristã, o que se dará por meio de uma análise da construção teórico-filosófica de Gramsci a partir de sua perspectiva acerca do materialismo histórico-dialético marxista, atrelado e desenvolvido por ele enquanto filosofia da práxis, bem como da passagem da bíblia cristã, conhecida como as bem-aventuranças, vista neste trabalho como uma síntese do Sermão do Monte de Jesus de Nazaré, com o fim de identificar a possível capacidade de aproximação entre esses aportes teórico-filosóficos. Para tanto, na primeira parte do trabalho, se desenvolve, em linhas gerais, o pensamento gramsciano e as principais características do que este chama de filosofia da práxis, ao debater o pensamento marxista da dialética histórico-materialista. Posteriormente, debate-se o Sermão do Monte, buscando identificar, nas bem-aventuranças, uma síntese do pensamento cristão novo testamentário, para ser possível, na parte final do trabalho, realizar uma análise da aproximação e dos pontos de contato entre essas duas perspectivas, de modo que, a partir de uma concepção múltiplo dialética, sejamos capazes de romper com décadas de antagonismos e diferenças identificadas, aprioristicamente, entre elas, e que hoje, na contemporaneidade, merecem ser identificadas, debatidas e transformadas.

Palavras-chave: Materialismo histórico-dialético; cristianismo; marxismo; filosofia da práxis; sermão do monte.

 

TEXTO COMPLETO EM PDF